Não preciso tecer comentários sobre as vantagens da programação em par. Se você ainda tem dúvidas, leia isto

pair - taken from http://www.flickr.com/photos/cobalt/677911778/sizes/m/

Às vezes não é possível a presença física de um dos pares, por diversos motivos. Para esse tipo de situação, screen! (contando que você consiga usar editor modo texto)

Não vou me aprofundar no screen em si, deixando uma receita de bolo para os impacientes:

Você vai precisar de uma máquina acessível por ssh, com o screen instalado – praticamente todas as distribuições de linux possuem um pacote pro screen.

Receita de bolo

  • acesse a máquina remota
  • execute screen
  • ctrl + a :multiuser on (sim, este comando é bem chato para quem não está acostumado, isso vai colocar o screen no modo de compartilhamento de tela
  • peça ao outro desenvolvedor para acessar a mesma máquina (com o mesmo usuário, sei que funciona com usuários diferentes, mas ainda não testei)
  • o outro desenvolvedor executa screen -rx e voilá, já temos uma tela compartilhada entre os pares.

Algumas dicas do screen

  • ctrl + a d => desconecta o terminal, e deixa ele rodando no servidor. Isso é extremamente útil em conexões que ficam caindo o tempo todo…
  • ctrl + a c => cria um novo terminal virtual, que pode ser acessado usando…..
  • ctrl + a 0 => acessa o terminal virtual #0
  • ctrl + a 1 => acessa o terminal virtual #1 e assim respectivamente…
  • ctlr + a ? => acessa a ajuda do screen

Viu como é fácil?

Agradeço ao Jeff Schoolcraft pela dica, me ajudou muito a começar a brincar com cucumber / rspec.

Source: qmx

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s